Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rosangela Perez

*Psicóloga CRP ativo *Psicoterapeuta *Professora *Palestrante *Autora livro: EXERÇA SUA LIBERDADE DE SER(Ed.Letra Capital) *COMPRE PELO LINK *PREÇO FRETE DENTRO DO BRASIL *Tel.: BRASIL(21)98383-1978 * rosangelaperez@terra.com.br

Rosangela Perez

*Psicóloga CRP ativo *Psicoterapeuta *Professora *Palestrante *Autora livro: EXERÇA SUA LIBERDADE DE SER(Ed.Letra Capital) *COMPRE PELO LINK *PREÇO FRETE DENTRO DO BRASIL *Tel.: BRASIL(21)98383-1978 * rosangelaperez@terra.com.br

RENOVAÇÃO.

      Quando iniciou um novo ano civil passamos a ter mais de trezentas oportunidades para recomeçarmos o nosso projeto e pôr o foco em nossa meta. Entretanto, muitas das vezes, demonstramos estar presos (as) a desejos de outra pessoa e também, geralmente, a frases prontas, enviadas via redes sociais, que não têm nada a ver com o nosso plano e momento de vida. Se não estivermos atentos (as) ao que realmente faz sentido para nós, poderemos correr o risco de colocarmos vários entraves em nosso projeto e nos mantermos sujeitos a vontade de outrem que impedirá de chegarmos a concretização dele e, como consequência, poderemos acabar mortos em vida.

       

        Para isso, entendo que precisamos querer, bem como, estarmos dispostos a fazer o movimento que nos levará a descobrir as nossas necessidades mais pulsantes, que precisarão ser percebidas e aceitas, para podermos ir ao encontro daquilo que nos estimulará e nos ajudará a nos mantermos motivados(as) a alcançar a tão sonhada meta traçada no início do ano, mesmo  diante dos problemas que precisarão ser resolvidos, que provavelmente surgirão, ou mesmo das pressões sociais que farão o possível para que sejamos marionetes ou que desempenhemos papéis de coadjuvantes, ao invés de  protagonistas da nossa história, e desviemos o nosso foco da nossa meta.

 

  Daí a importância de procurarmos o nosso autoconhecimento com coragem, respeitando o nosso tempo, para através dele possibilitar o encontro com a nossa história, com tudo aquilo que contribuiu e contribui para sermos quem somos hoje e propiciar a descoberta e a identificação daquilo que nos é imprescindível.

 

  Tampouco, se procurarmos nos manter firmes, perseverantes e fiéis ao nosso propósito, mesmo diante do sofrimento que muitas das vezes sentimos ao encararmos a nossa imperfeição, poderemos encontrar a verdade que nos liberta das limitações impostas por outrem e nos impulsiona a construir e a realizar o nosso plano com mais determinação e segurança.

        Contudo, somente desejar a libertação desses limites que alguma pessoa cisma em nos impor, não basta. É necessário querermos ser revolucionários, desenvolver atitudes e responder por elas, pois caso contrário seremos levianos e imaturos. Devemos dizer ao mundo o que podemos fazer e não deixar que ele nos diga e nos coloque dentro de uma forma que não cabem as nossas habilidades, nossos potenciais e missão, engessando o nosso SER, matando o nosso intento.

     Assim, ao iniciarmos o novo ano com o anseio de recomeçar é dar uma nova chance para nós. Segundo Carlos Drummond de Andrade, é renovar as esperanças na vida, é acreditar de novo em nós mesmos. Ouso acrescentar que, também, é dizer sim para a libertação dos nossos corações de toda a opressão, é transformar a morte em vida.

                                              (Fonte da imagem: google)

1-22.jpg