Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rosangela Perez

*Psicóloga CRP ativo *Psicoterapeuta *Professora *Palestrante *Autora livro: EXERÇA SUA LIBERDADE DE SER(Ed.Letra Capital) *COMPRE PELO LINK *PREÇO FRETE DENTRO DO BRASIL *Tel.: BRASIL(21)98383-1978 * rosangelaperez@terra.com.br

Rosangela Perez

*Psicóloga CRP ativo *Psicoterapeuta *Professora *Palestrante *Autora livro: EXERÇA SUA LIBERDADE DE SER(Ed.Letra Capital) *COMPRE PELO LINK *PREÇO FRETE DENTRO DO BRASIL *Tel.: BRASIL(21)98383-1978 * rosangelaperez@terra.com.br

FIDELIDADE.

 

           Desde os tempos remotos existe um tema que perpassa com frequência na roda das conversas entre as pessoas: a qualidade de ser fiel.Essa qualidade, muitas das vezes, é analisada sobre um único aspecto: ser fiel a pessoa amada.No entanto, focar somente esse aspecto empobrece o tema por que ser fiel é muito mais do que isso, é ser leal com nossos valores, objetivos, crenças, sentimentos e escolhas. E aí, é fácil ser fiel?

      

          Ao escrever sobre fidelidade veio,naturalmente,em minha mente a necessidade e dificuldade de realizarmos escolhas, em nosso dia a dia,e assumi-las.Quanta ansiedade é evocada só em pensar nesse assunto! Escolher não é fácil para ninguém por que quando escolhemos um item excluímos o outro, mesmo que por algum momento.Será que é possível ter tudo sem precisar renunciar?

     

         Creio que, em alguma hora, iremos precisar assumir nossas escolhas, encarar as nossas dificuldades diante de tanta alternativa, encher o peito de ar, tomar coragem, buscar ajuda, se necessário, para decidir qual a melhor no meio de tantas, pois como disse um autor desconhecido: “as alternativas são excludentes”.Lidar com a exclusão nem sempre é fácil por que nos leva a confrontar nosso limite, possibilidade e o território do finito.

       

        Ok! Abster-se das várias alternativas e,somente, poder escolher uma alternativa causa ansiedade, medo de errar, às vezes pânico.Entretanto, se queremos ir adiante, precisamos aprender a abrir mão, renunciar, abdicar da ilusão de que ser livre é não precisar fazer escolhas, se responsabilizar por elas e ter tudo , em todos os momentos da vida.

      

        Segundo Roberto Carlos: “É preciso saber viver... se o bem e mal existem. Você pode escolher...”

     

        Entendo que podemos e devemos saber escolher para viver sem precisar fugir das decisões, adiar ou empurrar a responsabilidade para os outros.Agarrar a rédea da nossa vida, ser fiel ao que acreditamos e confiamos, apesar de estarmos cientes de que ao fazer parte da sociedade influenciamos e somos influenciados por ela 99% e, porquanto, podemos sofrer retaliações e preconceitos por assumir o nosso 1% da responsabilidade sobre as nossas escolhas.

      

         Assim, ser fiel não é fácil por demandar comprometimento com nossos valores e com a nossa maneira de viver e agir, mas creio ser necessário para que possamos estar livres dos obstáculos que nos impedem de caminhar, dar passos seguros, firmes, fortes, de sermos verdadeiros, autênticos, leais, coerentes e transparentes sem medo de mostrar a nossa essência, o nosso brilho, a nossa fidelidade que tanto nos deixa em paz.

 

     

 

1 comentário

Comentar post