Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rosangela Perez

*Psicóloga CRP ativo *Psicoterapeuta *Professora *Palestrante *Autora livro: EXERÇA SUA LIBERDADE DE SER(Ed.Letra Capital) *COMPRE PELO LINK *PREÇO FRETE DENTRO DO BRASIL *Tel.: BRASIL(21)98383-1978 * rosangelaperez@terra.com.br

Rosangela Perez

*Psicóloga CRP ativo *Psicoterapeuta *Professora *Palestrante *Autora livro: EXERÇA SUA LIBERDADE DE SER(Ed.Letra Capital) *COMPRE PELO LINK *PREÇO FRETE DENTRO DO BRASIL *Tel.: BRASIL(21)98383-1978 * rosangelaperez@terra.com.br

MAIS UMA VEZ.

                                                                        (fonte da imagem:http://blogdacynthia.blogspot.com.br)

                                                                                

                                        

       Esta semana quando estava aguardando a minha vez para falar com a minha médica, escutei uma música vindo da caixa de som da sala de espera: Mais uma vez do Renato Russo.

     

     Transcrevo um pedaço dela:“Mas é claro que o sol vai voltar amanhã. Mais uma vez, eu sei. Escuridão já vi pior, de endoidecer gente sã. Espera que o sol já vem...Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena acreditar no sonho que se tem ou que seus planos nunca vão dar certo...Quem acredita sempre alcança.”

     

    Essa letra foi para mim um bálsamo em meu coração, pois precisava, naquele momento, revigorar as minhas forças para seguir em frente com os olhos fixos em meu propósito.

   

    Porém, aprendo, a cada dia, que não basta, simplesmente, acreditar para superar os desafios e alcançar a meta. É necessário encher o peito de ar com coragem e fazer a minha parte, sabendo que as contrariedades e adversidades poderão surgir, mas precisarei estar firme e, ao mesmo tempo, flexível para não quebrar com a rigidez e nem muito menos impedir de enxergar as múltiplas possibilidades que poderão contribuir para o crescimento.

   

    Li outro dia a seguinte frase: “Você prefere ser uma pessoa que está sempre certo ou que dá certo?”. Prefiro dar certo. Nem que para isso precise mudar os meus paradigmas tão enraizados, mas desnecessários no momento.

  

    Segundo Seligman , “ quando as pessoas acreditam que elas são impotentes para controlar o que acontece com elas tornam-se passivas e restritas em suas habilidades de enfrentamento.Por outro lado, quando os indivíduos acreditam que os eventos e resultados são controláveis, o aprendizado da desesperança é evitado, e, ao invés disso, tentativas ativas para vencer situações adversas são realizadas”.

  

    Quem já não aprendeu ou viu alguém aprender a pedalar de bicicleta?São várias as tentativas e erros sem desistir até alcançar o equilíbrio e perceber o quão é magnífico se ver pedalando, virando o guidom para aonde quer ir e poder parar quando é preciso.

   

     Por isso, aquela letra me tocou profundamente, pois compartilho com as pessoas que acreditam que precisamos tomar posse do nosso propósito de vida, ser responsável pelas nossas escolhas com atitude e sabedoria e evitar qualquer distração que possa nos desviar desta intenção, confiante que o sol vai voltar na hora certa, mais uma vez.

 

BENDIZER.

 

                                             (Fonte da imagem:http://mauriciosdb.blogspot.com.br).

 

 

 

        Enfim, um novo ano começou e com ele vieram as expectativas, planos, projetos, sonhos, promessas e desejos, muitos deles não realizados, que parecem estar predestinados à murmuração, frustração e culpa por não ter dado tempo suficiente de terem sido concluídos antes do término do ano. 

     

       A maioria das pessoas parece estar com o foco voltado na falta, pois, raramente, ouvimos alguém se lembrar dos acontecimentos favoráveis, enriquecedores e aproveitar para bendizer a Deus, quando acredita n’Ele ou  bendizer por tudo de bom que lhe aconteceu durante aqueles 365 dias.

    

       Um dos significados de bendizer é: dizer bem de; louvar.

    

       Para louvar basta reconhecer que não somos autossuficientes, que o mundo não gira em torno de nossos desejos e planos e reconhecer as maravilhas que existem e que, na maioria das vezes, não nos damos conta e nem valorizamos a sua importância na nossa vida: céu, água, sol, lua, estrelas, chuvas, orvalhos, fogo, calor, frio, geada, noite, dia, animais, montes, colinas, luz e trevas.

   

      Algumas pessoas costumam ter um propósito em sua vida:  semear o bem.

   

      Dom Bosco é um exemplo para essas pessoas que querem semear o bem por onde passa: “Dom Bosco era muito dirigido por Deus através de seus sonhos. Num deles, um personagem o levou a uma linda plantação. Rapidamente, porém, as folhas foram murchando e a plantação perdeu todo o seu viço. Diante do olhar interrogativo de Dom Bosco, o personagem mandou que ele se aproximasse. Foi daí que viu nas folhas uma espécie de ferrugem. Então perguntou:” O que é isso?”.O personagem respondeu: “A murmuração.Ela é como uma praga.Espalha-se rápido e põe tudo a perder.Ela mata a vida de qualquer comunidade”.Questionou Dom Bosco: “ O que fazer agora?”.E o homem respondeu: “ Com a murmuração não há outro jeito.É preciso exterminar”...Foi a partir daí que ele começou a aplicar o ensinamento : “Pensar bem de todos, falar bem de todos e querer bem a todos”.(Monsenhor Jonas Abib).

    

    Contudo,colocar em prática esse ensinamento, independente da crença religiosa, exige vontade, decisão e disposição para estar mudando, aprimorando, constantemente, quando necessário à forma de enxergar e lidar com as pessoas e contrariedades da vida, passando a celebrar cada aprendizado, resultado, conquista, realização, acontecimento, empenho, livramento, cada passo rumo a seu objetivo, vitória e crítica construtiva com muito louvor. 

   

   Assim, desejo que no ano vigente possamos perseverar no nosso crescimento como pessoa,renovar o que é preciso e bendizer todas as oportunidades com muito amor.