Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rosangela Perez

*Psicóloga CRP ativo *Psicoterapeuta *Professora *Palestrante *Autora livro: EXERÇA SUA LIBERDADE DE SER(Ed.Letra Capital) *COMPRE PELO LINK *PREÇO FRETE DENTRO DO BRASIL *Tel.: BRASIL(21)98383-1978 * rosangelaperez@terra.com.br

Rosangela Perez

*Psicóloga CRP ativo *Psicoterapeuta *Professora *Palestrante *Autora livro: EXERÇA SUA LIBERDADE DE SER(Ed.Letra Capital) *COMPRE PELO LINK *PREÇO FRETE DENTRO DO BRASIL *Tel.: BRASIL(21)98383-1978 * rosangelaperez@terra.com.br

CORRUPÇÃO.

         Após a decisão do Supremo sobre os embargos infringentes, passei a pensar sobre o que nos corrompe dia a dia: dinheiro, afeto, valores desbussolados,moda...são tantas coisas que chego a pensar que possa ser impossível listar tudo o que  pode nos decompor como pessoa.

       

         Muitas pessoas estão enraivecidas com a atitude do ministro Celso de Mello, após  não ter dado ouvido aos clamores da população , a vontade popular, expressão da maioria vencedora do processo democrático, pois é ela quem atua e escolhe um ministro do STF.

     

         Sabemos que as leis são feitas por homens que representam a sociedade.Elas regulam a atividade humana, fixam regra de conduta :  “Entretanto, as normas jurídicas diferem das demais leis sociais pela ‘atributividade’, ou seja, pela faculdade que lhe é intríseca de atribuir a qualquer pessoa lesada com o descumprimento da norma, o poder de exigir do poder público que obrigue o transgressor a cumpri-la ou a reparar os danos causados pela violação.”(Anacleto Faria).

   

         Ora...ora, como fica então a questão da impunidade?

   

         Será que fechar os olhos para aqueles que transgrediram as normas não é ser cúmplice com as atitudes deles?

  

        O contato humano, as relações, exige responsabilidade social e esta é ética, não devendo estar apoiada em desculpas e chances para rever o que não se pode mais ser mudado. Usar de explicações para o que é inexplicável, apenas afasta o comprometimento e nosso crescimento.

    

        Perceber que erramos é digno de aplauso, bem como pedir perdão.Porém, isso não apaga o passado e as consequências.Não dá para nos desdizer, isso é a regra do jogo da vida.

      

        Portanto, até quando nós seremos compassivos com a impunidade de algumas pessoas?

  

        A lei é feita para ser seguida e respeitada sem nenhum privilégio adicional porque uma nação é construída por instituições justas.

   

        Por isso, é iminente mudar a paisagem que está diante dos nossos olhos: Corrupção e a certeza da impunidade para algumas pessoas.Tampouco é premente provocar uma transformação que  implica uma mudança ética com tomadas de decisões indispensáveis.

  

       Mudanças não somente de cima para baixo ,mas em todas as direções.Por exemplo: chegar pontualmente aos compromissos, entregar o que prometeu, deixar de usar a frase- o Brasil é o país do ‘jeitinho’, lesar o poder público ou tratar mal as pessoas subalternas.

     

        Assim, espero que possamos estar atentos em tudo aquilo que  nos estraga ,  nos afasta das nossas responsabilidades no mundo, das nossas escolhas e invenções que contribuem para que escapemos das consequências, nos faz mal, nos  acomoda em desculpas e que só nos  desviam do nosso desenvolvimento como pessoa e sociedade.  

      

 

                                      (Fonte da imagem: http://pitacosgenericos.blogspot.com.br)